Radio ON LINE....

Clique aqui para ouvir ao vivo pelo Média Player!

Vídeos Interessantes

Loading...

quarta-feira, 25 de março de 2009

Nova Petrópolis celebra o cooperativismo


Cidade da serra comemora o título de Capital Nacional do Cooperativismo


Na localidade de Linha Imperial, interior de Nova Petrópolis, em 1902, nasceu a primeira cooperativa de crédito da América Latina, na época pertencendo a São Sebastião do Caí. Em 2009, 107 anos depois, nesta mesma Linha Imperial, no próximo sábado, 28 de Março, às 10h, Nova Petrópolis fará uma grande festa parar comemorar o título de Capital Nacional do Cooperativismo, de acordo com o Projeto de lei nº 1.536/2007, que em breve será aprovado no senado. A SICREDI Pioneira RS, nome atual da primeira cooperativa da América Latina, receberá associados e convidados na Igreja São Lourenço Mártir, local onde iniciará o evento, que terá muita música e uma série de atos solenes, visando marcar para sempre essa importante data.
Já às 9h30min, em frente a igreja São Lourenço Mártir, os convidados serão recebidos pela Música do Cooperativismo, e logo em seguida. Às 10h será celebrado um culto ecumênico em comemoração ao título conquistado por Nova Petrópolis. Às 11h acontecerá a inauguração do monumento em homenagem ao Padre Amstad, criador da cooperativa de crédito,com as peças originais no interior da igreja. Após este primeiro ato, será realizada uma re-inauguração, a da réplica do monumento ao Padre Amstad, desta vez na praça que também leva seu nome, em frente à igreja.
Encerrando os atos solenes, será inaugurado, na primeira sede própria da cooperativa, o Museu Padre Amstad. Após as inaugurações, os convidados serão recebidos no pavilhão da igreja para o almoço festivo com o show “Fazendo Arte Pelos Caminhos do Cooperativismo”, de Raul Quiroga e Americanto – premiado no 1º Festival “O Rio Grande canta o cooperativismo”. O evento é aberto ao público. Para os associados da SICREDI Pioneiro RS o almoço será de graça, mas devem retirar ingresso na sua unidade de atendimento até o dia 26/03. O público em geral poderá comprar ingresso do almoço no dia e local do evento.



Caminho até o reconhecimento

Nova Petrópolis sempre foi conhecida como sendo o berço do cooperativismo de crédito da América Latina, mas ainda faltava o reconhecimento legal. Em 2007, o vereador Jorge Lüdke deu início a esse processo, sendo apoiado pelo deputado estadual Giovani Cherini, que levou o nome de Nova Petrópolis até o Palácio Piratini, no dia 23 de maio de 2007, onde ocorreu uma audiência com a governadora Yeda Crusius. Na ocasião, Cherini propôs que a cidade merecia ser agraciada com o título de Capital Nacional do Cooperativismo.
“Em Nova Petrópolis nasceu o cooperativismo de crédito no Brasil, sistema implantado pelo padre Theodor Amstad, em 1902. É justo essa cidade receber o título de Capital Nacional do Cooperativismo”, disse Cherini. Tal ação resultou na Lei nº 13.077, onde ficou estabelecido que Nova Petrópolis seria conhecida como a Capital Nacional do Cooperativismo. Agora, este título está prestes a se tornar nacional, com o Projeto de Lei nº 1.536/2007 no senado, tendo em vista que a câmara dos deputados já aprovou o PL por unanimidade.

Padre Amstad

O Padre suíço Theodor Amstad chegou ao Brasil no rastro dos primeiros imigrantes alemães que vieram colonizar a serra gaúcha. Em 1897, o Padre jesuíta se instalou em São José do Hortêncio, a partir daquele dia passou a atender também o distrito de Nova Petrópolis. A situação na região era caótica, católicos e protestantes se hostilizavam, e a população não conseguia se organizar. O Padre Amstad percebeu que apenas os sermões não resolveriam, e decidiu instituir, com o apoio dos moradores, um modelo de cooperativa de crédito que funcionava muito bem na Europa.
Foi assim que, no dia 19 de Outubro de 1902, na localidade de Linha Imperial, aconteceu a reunião da sociedade de agricultores – Bauernverein – considerada a primeira ação que, nove dias depois, viria a gerar a fundação da Caixa de Economia e Empréstimos “Amstad”. A notícia da criação dessa nova instituição de crédito se alastrou rapidamente por todo o Estado, onde surgiram outras cooperativas de crédito, formando assim uma grande rede. Passados 107 anos, aquela primeira cooperativa de crédito mudou muitas vezes de nome, sofreu vários golpes, mas resistiu, e hoje atende pelo nome SICREDI Pioneira RS.

Para o Prefeito Luis Irineu Schenkel, o fato histórico “repercute além fronteiras e este título com certeza vai agregar mais a valor a nossa cidade, valor este que vem do trabalho de centenas de pessoas”, celebrar o trabalho sempre é muito bom, finaliza ele.

O presidente da Sicredi Pioneira RS Édio Spier, aponta a importância do fato para o reconhecimento do cooperativismo no país: “Nova Petrópolis está celebrando o cooperativismo que tem as partes boas do capitalismo neoliberal e voraz, buscando objetivamente o resultado, e também a parte boa do socialismo, distribuindo o resultado conforme a participação de cada associado”.

O autor da Lei Municipal, o ex-vereador Jorge Lüdke, que hoje atua como secretário de agricultura do município aponta, que a idéia de “propor a Lei estava no caminho correto”. Ele aponta ainda que o fato registra a história do município como tal, e o nome da cidade estará sempre ligado a história de sucesso”.






O deputado Giovani Cherini, autor da Lei Estadual que levou o título máximo na estância estadual diz, que com a aprovação pela Assembléia Legislativa do Rio Grande do Sul, já garante o título de Capital Nacional do Cooperativismo, e este evento que iremos celebrar atende ao pedido da comunidade que segue reforçando o trabalho do cooperativismo.

O Deputado Federal, Pepe Vagas,natural de Nova Petrópolis, que cuida dos trâmites em Brasília autor da Lei Federal, comemora o fato, "a lei que transforma Nova Petrópolis na Capital Nacional do Cooperativismo é um reconhecimento que o Congresso Nacional faz a uma comunidade pioneira nessa forma de organização, que marcou e marca a história de sucesso construída por sua gente."

O Brasil se rende ao Cooperativismo, um modo de vida diferente que associa as pessoas e organiza em coletividade.



Rozangela Allves – 54-3286-0621
roallves@mercatuscomunicacao.com.br
www.mercatuscomunicacao.com.br

Nenhum comentário: